Tendências

O uso elegante das cores é o ponto alto deste quarto em tons de rosa suave e verde escuro. O ambiente assinado pela designer de interiores Danielle Brustman, do estúdio australiano The Stylesmiths, faz parte de uma casa vitoriana do século 19 que foi recentemente reformada em Melbourne. A escolha do rosa pastel cria um ambiente calmante que é temperado por uma poltrona de veludo verde e acabamentos de madeira escura.Como no restante da casa, o colorido presente nas paredes ganha o toque sofisticado de peças que fazem parte da coleção de obras de arte dos moradores. Aqui a colagem foi estrategicamente posicionada sobre a cabeceira da cama, que ganhou a companhia de criados-mudos minimalistas. Plantas e um espelho arredondado complementam o décor, que aproveita elementos da arquitetura original, agora ressignificados.

Conteúdo retirado do site Casa Vogue

Este quarto com perfume modernista e toque boho faz parte de uma construção histórica no subúrbio de Albert Park, em Melbourne. O proprietário queria manter as características antigas da casa enquanto criava uma atmosfera contemporânea adequada para a família e sua coleção de arte. De olho nesse briefing, os profissionais do escritório australiano BE Architecture apostaram em uma paleta de nuances marcantes e móveis vintage provenientes da Europa para criar um dormitório eclético.

Décor do dia: quarto modernista com toque boho (Foto: Derek Swalwell)

Entre dois arcos que funcionam como bonitas molduras nas laterais do cômodo, a lareira feita sob medida com chapa de aço ganha a companhia de um bloco de pedra natural em tom verde, que ocupa toda a parede atrás dela. Texturas acolhedoras foram cuidadosamente escolhidas para os acabamentos, do piso ao revestimento dos móveis. Destaque para a cama, cujas formas geométricas se estendem à cabeceira. Plantas de porte médio finalizam a produção.

Conteúdo retirado do site Casa Vogue

Hoje em dia todo mundo acaba usando o computador em casa em algum momento. Quem faz home office, então, sabe a importância de ter um canto especial para assuntos profissionais. Neste apartamento na capital de Taiwan a área de estudos fica integrada ao estar, mas ao mesmo tempo mantém a autonomia.

Décor do dia: home office com madeira e tijolinho (Foto: Moooten Studio)

O painel de compensado de pinho transmite uma atmosfera residencial familiar, enquanto a parede de tijolinho ao fundo delineia o escritório. O projeto do estúdio 2 Books Designinveste ainda em iluminação embutida e uma bancada ampla, seguindo o estilo contemporâneo e minimalista. Na área de trabalho a marcenaria esconde nichos nas laterais internas onde é possível guardar livros, revistas e objetos sem comprometer a decoração.

Conteúdo retirado do site Casa Vogue

Não é de hoje que o consumidor mudou a sua percepção em relação ao mercado, aos produtos que compra e às marcas disponíveis. Contudo, até 2020 a exigência de transparência estará ainda mais evidente, decorrente das preocupações relacionadas à sustentabilidade e a discussão ético-ambiental que rondam todas as áreas, da decoração à moda. “A cor entra como uma mensagem, ela declara o apoio à uma causa, como o preto no #MeToo ou o rosa pink no Dia Internacional das Mulheres. O nível de conhecimento do consumidor nunca foi tão alto, por isso a importância da autenticidade e da verdade”, explica Natalia Gramari, WGSN Expert.Nesse mesmo contexto, outras formas de comportamento e estilo tomarão conta das ruas. A era do minimalismo dará lugar para o maximalismo dos anos 1980, com cores e padronagens em combinações excêntricas. “É a libertação para a expressão individual”, resume Natalia. Para o WGSN outra questão não poderia ficar de fora dessa previsão: o mundo digital. “As pessoas estão fazendo suas compras online em cada vez menos tempo [Estima-se 90 segundos para determinar a compra] e a cor geralmente influencia nessa escolha. Por isso o estímulo visual se tornará cada vez mais precioso.”Além disso, como já apontado no texto, as cores surgem como elemento inclusivo, principalmente nas gerações mais ativas social e politicamente. “Em 2020, as escrituras sociais já consolidadas vão sofrer mudanças, os estereótipos vão cair por terra. E isso não se restringe somente aos jovens. A necessidade de inovação se estende também para os mais velhos, com poder de compra expressivo – não podemos esquecer do envelhecimento da população, principalmente no Brasil”, argumenta Natalia. Desse movimento social que surgem as paletas de cores planejadas, como os tons de pele diferentes que a Faber Castell divulgou (são seis), as lingeries Nude for All, da marca norte-americana Naja, ou até os 40 tons de base da linha Fenty Beauty, marca de cosméticos da Rihanna.Para 2020, portanto, o WGSN aposta que o futuro vai acontecer e a sociedade vai poder tangibilizar os avanços da tecnologia. “Vamos nos inspirar cada vez mais no futuro e menos no passado. Por isso temos uma paleta de cor mais otimista, versátil, revigorante com, claro, um toque futurista”, resume Natalia. As tonalidades que traduzem esse mood são o Neo Mint, principal aposta, seguido do Purist Blue, Cassis, Cantaloupe e Mellow Yellow. A seguir, confira cada detalhe de cada tom e como aplicá-los nos interiores:

O menta pastel Neo Mint faz parte das cores conceituais que o WGSN elegeu. Ele deriva da popularidade do millennial pink, englobando os acontecimentos tecnológicos previstos para 2020. “Ele não é uma evolução do verde bandeira ou do verde jade, é uma cor mais otimista, energética, fashionista”, explica Natalia Gramari. Num primeiro momento, é indicado aplicá-la em objetos decorativos ou mobiliário mais delicado, caso queira apostar na cor em maior espaço, busque uma parede apenas.

Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Casa Vogue)

O laranja melão é mais comercial, por ser uma versão mais leitosa dos laranjas joviais, que tem feito barulho nas passarelas de moda. Sua evolução passará do laranja solar para o tonalizador para o simpático (cantaloupe). “É uma tonalidade tipicamente feminina e perfeita para a decoração de interiores”, comenta Natalia. Caso queira imprimir um clima mais contemporâneo para a casa, aposte nas poltronas, nos pequenos objetos ou em paredes de um cômodo.

Tendência de cores: as 5 tonalidades que vão tomar conta de 2020 (Foto: Divulgação)

Outra com apelo mais comercial, o amarelo queimado foi intitulado como uma cor fashion há três anos. Contudo, diferente das suas versões mais mostarda ou ensolarada (amarelo geração Z), em 2020 ele surgirá mais fechado. “É outra cor bem otimista e perfeita para compor a decoração nos detalhes”, completa a expert.

Conteúdo retirado do site Casa Vogue

 

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Ao atravessar a rampa circular em azul e amarelo que dá acesso ao interior do prédio, o visitante logo encontra a exposição Mestres Modernos Brasileiros, com peças de nomes icônicos como Oscar Niemeyer, Lina Bo Bardi, Jorge Zalszupin e Paulo Mendes da Rocha, desde os anos 1940.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

 

O número 14 da via Maroncelli virou a embaixada do design brasileiro durante o Salão do Móvel de Milão 2018. Com obras de mais de 60 designers e empresas do nosso país, a exposição organizada pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) exibe para o mundo, até o dia 22 de abril, a criatividade nacional sob nove óticas diferentes.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Ao atravessar a rampa circular em azul e amarelo que dá acesso ao interior do prédio, o visitante logo encontra a exposição Mestres Modernos Brasileiros, com peças de nomes icônicos como Oscar Niemeyer, Lina Bo Bardi, Jorge Zalszupin e Paulo Mendes da Rocha, desde os anos 1940.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Do lado esquerdo, Sergio Rodrigues e a Itália, organizada em parceria pelo Instituto Sérgio Rodrigues, Embaixada do Brasil em Roma e Lin Brasil, traz uma seleção cuidadosa de móveis criados por este grande designer para a sede da embaixada, agora reeditados.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Do lado direito é a vez da Casa Vogue mostrar, em um ambiente idealizado pela nossa equipe, algumas peças finalistas do prêmio de design.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Avançando pela frente fica a exposição Mesa Brasileira, com objetos de tableware criados por designers brasileiros.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Seguindo para o segundo andar, de um lado, fica uma seleção de Luminárias que exploram a estética e os materiais do país.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Do outro, um círculo revela amostras dos minerais provenientes do Brasil, mostrando como é rica sua natureza.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Seguindo adiante, uma seleção de revestimentos mais variadas estéticas, indicados a partir da seleção a ser realizada na Expo Revestir, mostram como podem ser cobertas as casas.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

É daí que surge um grande hall formado apenas por cadeiras. O Sentar do Brasileiro, organizada pelo Projeto Raiz e com curadoria de Ethel Leon, traz vários exemplos de assentos mostrando a versatilidade e criatividade dos designers nacionais – dentre eles nomes como Jader Almeida, Guto Indio da Costa e Gustavo Martini.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Por fim, uma pequena sala exibe a mostra Nossa Casa, com objetos criados com olhos no futuro usando a impressão 3D como plataforma. Dentre os nomes que assinam as peças estão Guto Requena, Inês Schertel e Alva Design.

Faça um tour pela mostra que reúne design brasileiro em Milão (Foto: Michell Lott)

Conteúdo retirado do site Casa Vogue

 

A iluminação tem um papel-chave na decoração de um projeto – ela pode ressaltar cada detalhe positivamente, quando bem feita. Uma oportunidade para quem quiser se atualizar das novidades desse setor é fazer uma visita à 16ª Expolux, feira toda dedicada ao segmento que será realizada entre os dias 24 e 27 de abril no Expo Center Norte, em São Paulo.
Em uma área de 36 mil m², cerca de 300 expositores apresentarão suas novidades para um público de aproximadamente 25 mil pessoas. Além de produtos e serviços inéditos no mercado, a feira também realizará um simpósio, organizado pela Associação Brasileira da Indústria de Iluminação, com palestras sobre iluminação de interiores, iluminação pública, automação e Internet das Coisas (IoT).

Expolux 2018 apresenta novidades em iluminação (Foto: Divulgação)

Outro ponto que vale atenção é o Decor Prime Show, uma mostra que reúne as últimas tendências aplicadas no mercado de iluminação e também a Mostra de Design de Luminária, que contará a história da luz. A Expolux tem acesso gruito para profissionais do setor de iluminação – basta se credenciar no site do evento. A entrada direto no balcão sai por R$ 55.

Expolux 2018 apresenta novidades em iluminação (Foto: Divulgação)

16ª edição Expolux – Feira Internacional da Iluminação
Conteúdo retirado do site Casa Vogue

As tendências da decoração são reflexo do humor e das demandas de uma sociedade. Assim, fugir delas é quase impossível, mas identificá-las e entender como usá-las é o que transforma, por exemplo, uma casa em um verdadeiro lar.Por isso, chegamos à edição de setembro da Maison & Objet 2018 com os olhos abertos e a mente atenta, sabendo que à luz do que aconteceu no ano anterior, iríamos encontrar entre diferentes tipos e estilos de décor aqueles que prometem invadir nossas casas em 2019. O resultado você confere abaixo!

1. Paleta Modernista
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Azul marinho, amarelo açafrão, vinho e verde petróleo, são as cores básicas de uma tendência que Casa Vogue já adiantou em seu anuário, publicado em Janeiro, e batizou de paleta modernista. A combinação de cores tem ar invernal e traz em si elementos que remetem à natureza, mas sem deixar de lado a sobriedade e sofisticação. Um equilíbrio que parece ter conquistado designers e decoradores.

2. Rosas e Roxos

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Se tem uma tendência que parece nunca desaparecer é a do millennial pink. Vem feira, vai feira, o rosa claro, quase pastel, está sempre lá. Desta vez, no entanto, fomos surpreendidos por tons um pouco mais arroxeados ao seu lado, dando a impressão de que o ultra violet, cor do ano eleita pela Pantone, finalmente conquistou seu espaço. Uma vitória muito bem vinda para quem busca por tons que deixem os ambientes mais místicos e profundos.

3. Folhas e animais

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Se por um lado a busca por um estilo de vida vegano, que não abuse dos animais e esteja em harmonia maior com a natureza, tenha diminuído o uso de peles, por exemplo, por outro, desenhos que fazem alusão à natureza estão em alta, especialmente quando o assunto são folhas e bichos.

4.Formas circulares

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Eles estão cada vez mais onipresentes. De sofás à luminárias, formas mais orgânicas e fluidas, sem pontas nem arestas, tomam conta do décor. Uma tendência que se relaciona com a busca por um contato maior com a sensibilidade da natureza, em contraponto à racionalidade dos ambientes urbanos e mais rígidos.

5. Sustentabilidade

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Tendência aclamada pela organização da Maison e Objet, a sustentabilidade aparece como uma das principais virtudes que um produto pode ter atualmente. Com ela, materiais mais naturais, como fibras, madeiras e cerâmicas, além de matérias primas recicladas, tomam conta dos lançamentos, especialmente os mais originais.

6. A beleza do imperfeito

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Vasos um pouco tortos, com beiradas irregulares, acabamentos que remontam à oxidação ou a marca dos dedos que moldaram a peça. Esses são apenas alguns exemplos de detalhes que reforçam a procura por beleza naquilo que antes era visto como imperfeito, errado, ou cru. Uma busca que os japoneses já faziam há algum tempo com o wabi-sabi, mas que hoje ganha força pela pertinência com o tempo em que vivemos.

7. Vidros inesperados

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Com bordas arredondadas, acabamentos fumê, partes tingidas ou até canelados, vidros e espelhos trazem humor e um certo ar retrô para a decoração. Um resgate de estilos do passado que além de alegrarem o ambiente com sua inesperada originalidade, costumam deixá-los mais aconchegantes e cheios de memórias afetivas.

8. Peças interativas

10 tendências de decoração que você vai ver na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

A customização é um desafio para o design. Como fazer peças que sejam sempre lindas, mas também se adaptem à realidade de cada pessoa? Marcas já consolidadas como a Nardi e a Tarkett apresentam suas soluções, acompanhando um movimento de jovens designers como os que apresentaram seus trabalhos no Le Off da Paris Design Week.

9. Minimalismo

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Quando menos é mais, o traço e função dos objetos tem seu valor potencializado e surgem soluções que aparentam simples, mas vem cheia de beleza e praticidade. É o caso, por exemplo, dos talheres Skeleton, assinado pelo estúdio nendo para a Valerie Objects, mas também de muitas outras marcas que apostaram no desenho limpo e sem firulas.

10. Mármore

10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)
10 tendências de decoração que estarão na sua casa em 2019 (Foto: Giovanna Maradei)

Em peças com ar mais nórdico e nem tanto opulento, o mármore retorna tanto em pequenos objetos, quanto em detalhes de mobiliário. São diversas as opções de mesas, com tampos ou bases de marmóre, além de pequenos potes e objetos de decoração que apostam na pedra.

Conteúdo retirado do site Casa Vogue

“Material Consequences” (ou as consequências dos materiais), este é o tema que norteou as exposições e lançamentos apresentados no distrito de Brompton durante o London Design Festival 2018. A proposta era reunir em um só hub projetos que estão repensando as origens dos materiais, o desperdício e as possibilidades de usar o design para colaborar com o desenvolvimento de uma economia circular.

Assim, ao lado de dados alarmantes sobre o nosso atual consumo de água e plástico e a quantidade enorme de lixo que apenas um ser humano é capaz de gerar, o LDF oferece aos visitantes alternativas para a concepção de produtos mais sustentáveis – entre as quais três chamam especial atenção.

São ideias simples, práticas, eficientes e que já estão sendo colocadas no mercado. Quer saber como? Confira a lista abaixo e continue acompanhando a nossa cobertura no Instagram!

 1. Nuatan

London Design Festival 2018: três ideias sustentáveis que estão transformando o design (Foto: Divulgação)
London Design Festival 2018: três ideias sustentáveis que estão transformando o design (Foto: Divulgação)

A “nova geração de bioplástico” foi desenvolvida por pesquisadores de materiais da Universidade de Tecnologia da Eslováquia e entra no mercado através dos bem pensados produtos criados pelo Crafting Plastic Studio. Foram 6 anos de trabalho até chegar à matéria prima 100% “oil free”, o que significa ser produzido apenas com componentes renováveis, que se decompõe com facilidade no meio ambiente. O plástico sustentável já foi usado para a fabricação das mais diversas peças, desde uma coleção de armações de óculos até mesas e vasos impressos em 3D.

2. Totomoxtle
London Design Festival 2018: três ideias sustentáveis que estão transformando o design (Foto: Divulgação)
London Design Festival 2018: três ideias sustentáveis que estão transformando o design (Foto: Divulgação)

Desenvolvido pelo designer mexicano Fernando Laposse, este revestimento é feito a partir da casca do milho verde, que no país de origem do designer é naturalmente colorido. Com incontáveis possibilidades de uso, o produto já deu origem a vasos e luminárias, mas os criadores não descartam a possibilidade de, no futuro, usá-los até mesmo em pisos. Segundo Laposse, a matéria prima orgânica vinha perdendo espaço para produtos geneticamente modificados, com aparência dentro dos padrões das grandes redes de supermercados. Assim, a novidade, além de entregar um revestimento com cores e texturas inesperadas, tem o potencial de transformar a região, gerando uma nova fonte de renda, valorizando a produção local e utilizando uma parte do milho que muitas vezes era desprezada.

3. Ooho
London Design Festival 2018: três ideias sustentáveis que estão transformando o design (Foto: Divulgação)
London Design Festival 2018: três ideias sustentáveis que estão transformando o design (Foto: Giovanna Maradei)

O primeiro produto criado pelo Skipping Rocks Lab é uma embalagem inspirada na casca das frutas que, em geral, podem ser consumidas junto com sua polpa e suco. Usando matérias primas naturais vindas de plantas e algas, o laboratório criou como alternativa para garrafas plásticas uma espécie de saquinho que armazena água, refrigerantes, condimentos e até drinks. A diferença entre o Ooho e um sacolé? É que a nova embalagem, que já pode ser encomendada por empresas, é comestível e, caso não seja consumida, se decompõe em no máximo 6 semanas.

Conteúdo retirado do site Casa Vogue